Sporting 1-0 Moreirense: Chegar, ver e vencer! Luiz Phellype entrou para dar a vitória aos leões

O Sporting venceu na tarde deste domingo o Moreirense, no Estádio de Alvalade, por 1-0, em jogo a contar para a 13ª jornada do campeonato nacional. Luiz Phellype foi a ‘estrela’ do jogo ao marcar o golo da vitória, cinco minutos depois de ser lançado por Silas.

O primeiro sinal de perigo dos leões chegou logo no primeiro minuto de jogo. Vietto passou atrasado para Jesé, que apareceu ao primeiro poste. Valeu ao Moreirense o corte de Steven Vitória.

Aos 8 minutos o Sporting voltou a assustar os homens de Moreira de Cónegos. Na sequência de um livre direto, Mathieu bateu forte, mas a bola passou por cima da baliza de Pasinato.

Quando o relógio marcava 12 minutos de jogo, Borja cruzou atrasado para a área onde apareceu Bolasie totalmente à vontade, a atirar para o fundo das redes de Pasinato. Artur Soares Dias fez um compasso de espera para ouvir as indicações do VAR, e acabou por anular o golo leonino por fora-de-jogo de Borja.

Aos 20 minutos, Bolasie voltou a ‘ameaçar’ a baliza do Moreirense, ao aparecer ao segundo poste a desviar de cabeça, mas o guarda-redes dos cónegos tirou para canto.

Dois minutos depois foi a vez do Moreirense tentar a sua sorte. Um passe de Fábio Abreu lançou Luther na frente de ataque, o sul-africano apareceu com perigo na área leonina, mas Maximiano saiu aos pés do avançado e evitou o remate. Luís Neto também esteve envolvido no lance e acabou por deixar o relvado de maca, depois do choque com o seu companheiro de equipa. Coates foi chamado a jogo para substituir Neto.

Já aos 38 minutos, e depois de um tempo ‘desaparecido’ do jogo, Jesé esteve perto de fazer a diferença. O avançado espanhol simulou, tirou Iago da frente e rematou à baliza de Pasinato, que mais uma vez esteve em grande destaque e negou o primeiro golo ao Sporting.

A primeira parte do encontro foi um conjunto de surpresas. O Sporting dominou a maior parte do tempo, mas o Moreirense teve também momentos de superioridade. As equipas recolhiam aos balneário com um nulo no marcador.

A primeira oportunidade da segunda parte chegou aos 49 minutos na sequência de um livre para a equipa da casa. Mathieu bateu e a bola foi com estrondo ao ferro da baliza de Pasinato.

Aos 57 minutos o Sporting voltou a agigantar-se. Depois de um livre batido por Bruno Fernandes, Coates cabeceou no coração da área, mas a bola saiu a rasar a trave.

Aos 66 minutos foi a vez do Moreirense assustar os adeptos leoninos em Alvalade. Fábio Abreu ameaçou as redes de Maximiano. Na sequência de cruzamento de Luís Machado, Abreu antecipou-se a Coates e desviou de cabeça, valeu o guarda-redes leonino.

Mas, pouco depois, o Sporting ‘meteu o dedo na ferida’ e adiantou-se no marcador. Cinco minutos depois de entrar em jogo para o lugar do ‘adormecido’ Jesé, Luiz Phellype cumpriu a sua missão e marcou. Depois de um cruzamento de Mathieu, Luiz Phellype fez um cabeceamento certeiro e inaugura o marcador.

O jogo já seguia de feição para os homens da casa, mas aos 74 minutos o panorama melhorou ainda mais, quando Iago Santos foi expulso por acumulação de amarelos, depois de fazer falta sobre Bolasie, e deixou o Moreirense com apenas dez jogadores em campo.

Para descontentamento dos adeptos leoninos, o Sporting preocupou-se apenas em gerir a vantagem até ao final do jogo e ‘desleixou-se’ na procura pelo segundo. Com esta vitória, os leões continuam no 4º lugar da tabela com 23 pontos. Já o Moreirense mantém o 14ª lugar com 14 pontos.

Fonte: https://sapo.pt

Partilhar:
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter