Sem Bruno Fernandes, a ‘música’ é outra. Autogolo de Coates derrota Sporting e mantém Famalicão na liderança

Quando está para correr mal, é para correr mal. Este deve ter sido o pensamento dos sportinguistas após mais uma derrota, a primeira em Alvalade para a Primeira Liga. Os ‘leões’ estiveram a vencer mas viram o surpreendente Famalicão dar a volta ao texto, graças a um autogolo de Coates aos 88 minutos , ele que já tinha marcado na baliza errada na derrota da passada quinta-feira frente ao PSV. O Sporting, que somou a segunda derrota em casa na prova, caiu para o 7.º posto com oito pontos em seis jogos, o Famalicão de Joao Pedro Sousa mantém a liderança da I Liga. Os ‘leões’ já estão a sete pontos dos rivais Benfica e FC Porto, que até já perderam na I Liga.

Veja as melhores fotos do jogo

A curiosidade estava em ver como iria reagir o Sporting sem o seu capitão e principal jogador da equipa. A ausência do ‘bombardeiro da Maia’ foi colmatada pelo regresso de Batagglia a titularidade, quase um ano depois de uma grande lesão no joelho. A mudança fez com que Doumbia jogasse um pouco mais adiantado, ao lado de Miguel Luís, jovem médio que manteve a titularidade após jogar em Eindhoven com o PSV para a Liga Europa.

O Famalicão, que à entrada para esta ronda era líder surpresa da Primeira Liga com 13 pontos e sem qualquer derrota, veio jogar sem medo em Alvalade, neste ano que marca o seu regresso aos ‘grandes’ do futebol português. Uma equipa com jogadores tecnicistas, que raramente se perde em campo, embora tenham arriscado muito na saída de bola.

E foi num lance de risco, com perda de bola na zona central, Vietto aproveitou para ir para a baliza e disparar um ‘míssil’ que ainda bateu na barra mas só parou no fundo da baliza de Defendi, aos 25 minutos. Estreia a marcar do Argentino pelo Sporting, ao sexto jogo.

Numa formação com falta de confiança, como sucede com o Sporting, o golo veio na melhor altura já que galvanizou a equipa, que foi em busca de mais. De referir que antes do golo do Argentino, Miguel Luís teve nos pés o 1-0 mas o seu chapéu saiu ao lado.

Era na capacidade técnica e na velocidade de Lameiras e Fábio Martins que o Famalicão criava mais perigo. Sempre encostados à linha, os dois extremos davam muito trabalho a Acuña e Rosier. No primeiro tempo, foi preciso Renan Ribeiro intervir duas vezes e com muita qualidade para evitar os golos destes dois jogadores.

O segundo tempo arranca com uma perdida incrível de Coates na área do Famalicão aos 47 minutos e com o empate da equipa nortenha aos 56: o defesa central desviou mal um livre estudado e, na resposta, Hugo Lameiras empatou com um forte remate de pé esquerdo, num lance em que Coates e Mathieu ‘ficaram mal na fotografia’. Um golo histórico já que, 27 anos depois, o Famalicão marcava em Alvalade.

Se o Sporting já não estava bem, pior ficou a nível anímico, colecionando muitas más decisões, perdas de bola e muito espaço na sua defesa. Alvalade não gostava e assobiava. Pior ficou quando Leonel Pontes resolveu trocar Vietto, um dos melhores dos ‘leões’, por Jovane Cabral. Assobiadela monumental para a decisão, aos 63 minutos.

Nesse período era o Famalicão quem mandava no jogo e estava mais perto do 2-1, como mostrou Toni Martinez em duas ocasiões e ainda Pedro Gonçalves e Lyonn em dois remates que passaram muito perto dos postes de Renan. Leonel Pontes tentou mudar alguma coisa na sua equipa, trocando o médio Battaglia pelo avançado Jesé Rodriguez. No Famalicão, Toni Martinez e Lameiras davam os seus postos a Diogo Gonçalves e Anderson.

Aos 88 minutos, Coates vai voltar a ser protagonista, pela negativa: ataque rápido do Famalicão pela direita, centro forte para a área onde apareceu o central uruguaio a desviar para a própria baliza. Muito azar do defesa central que já tinha feito autogolo na passada quinta-feira frente ao PSV, na derrota por 3-2 na Holanda para a Liga Europa.

O Sporting caiu para o 7.º posto com oito pontos em seis jogos, o Famalicão de João Pedro Sousa mantém a liderança da I Liga com 16 pontos. Os ‘leões’ já estão a sete pontos dos rivais Benfica e FC Porto, que até já perderam na I Liga.

Veja o resumo do jogo em vídeo

Fonte: https://sapo.pt

Partilhar:
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter