“O Sporting está falido. Ponto final”, defende Camilo Lourenço

Portugal

“O Sporting está falido. Ponto final”, defende Camilo Lourenço

Reestruturação financeira é “balão de oxigénio” e só “venda da SAD” poderá “resolver o problema”, suspeita o economista

O economista Camilo Lourenço é muito crítico em relação ao perdão de dívida, que resulta de um acordo entre a banca e o Sporting.

Em declarações à Rádio Renascença, o especialista entende que, ao contrário do que apregoa a direção leonina, a sustentação das contas está muito longe.  

“O Sporting está falido. Ponto final”, sustenta, ao mesmo tempo que explica que o acordo estabelecido com os bancos apenas garante que “a pressão financeira se alivie”.

“Foi exatamente isso que Frederico Varandas conseguiu. Isto não quer dizer que o problema está resolvido, porque a pressão sobre o Sporting continua e o Sporting vai ter de ser muito imaginativo”, argumenta.

E o que quer dizer “imaginativo”? “Suspeito que vai ter de vender a própria SAD para resolver o problema, porque já não tem muitas formas de fazer isto”, explica.

Camilo Lourenço considera que os bancos cederam porque “não querem esticar a corda” e preferem evitar riscos de “perder ainda mais do que vão perder com este perdão de dívidas”.

Uma visão mais otimista apresentou o vice-presidente do Sporting Francisco Salgado Zenha, no dia em que os associados leoninos se reúnem em assembleia geral, a partir das 20h00, no Pavilhão João Rocha, no Estádio de Alvalade.

“As dívidas do Sporting aos bancos foram sanadas, estamos em cumprimento”, afirmou o ‘vice’ do clube e também administrador da SAD do Sporting, em declarações aos jornalistas, abordando a negociação concluída com Millennium BCP e Novo Banco.

Apesar de referir que “o Sporting está muito longe de uma situação de total estabilidade”, aquele responsável garantiu que o clube segue “no caminho certo”.

Fonte: https://bancada.pt

Partilhar:
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter