“O que me custa é ver jogadores agradecer aos adeptos após um jogo horrível”

Portugal

“O que me custa é ver jogadores agradecer aos adeptos após um jogo horrível”

Manuel Cajuda critica colegas que “vendem” o IV Nível e possibilitam casos como o de Silas

Manuel Cajuda, um dos mais carismáticos treinadores portugueses, apontou os vários problemas da classe, como o ‘resultadismo’ e a “venda” da habilitação legal.

Em entrevista à rádio Estádio, a ser transmitida às 21h00 do próximo domingo, Cajuda apontou o dedo aos treinadores que jogam para o resultado, sem se preocuparem em oferecer espectáculo a quem paga bilhete.

“Ter uma equipa que joga mal é uma vergonha”, afirmou.

“Eu posso ganhar, mas se tiver uma equipa que joga mal, tenho vergonha! O futebol tem de ser para os adeptos e o que me custa mais é ver jogadores a agradecer aos adeptos. Virou moda, depois de fazerem um jogo horrível”, reforçou o antigo treinador de SC Braga, Vitória de Guimarães, Marítimo e Belenenses, entre muitos outros.

Um dos excertos divulgados faz uma referência indireta ao caso de Silas, o treinador adjunto do Sporting que, na verdade, é o principal.

“Os treinadores que têm o IV Nível e que o estão a vender para outros poderem estar à frente de equipas estão a desvirtuar a classe”, acusou.

“Qualquer dia”, ironizou, “temos anúncios nos jornais a alugar o IV Nível para outros treinarem”.

Nesta entrevista à rádio Estádio, Manuel Cajuda defendeu ainda que “é difícil manter uma ideia de jogo só porque se teima em algo para o qual não temos jogadores com as qualidades para o executar”.

Com um vasto currículo, o técnico olha para o passado e garante que “os treinadores, hoje, mandam muito menos”.

“Não gostam de o assumir, mas até me parece que estão nas mãos dos jogadores”, acrescentou.

Manuel Cajuda criticou ainda os colegas de profissão que se preocupam mais com os “exames” ao adversário e “se esquecem de trabalhar a identidade das suas próprias equipas”.

A entrevista será emitida na íntegra no próximo domingo.

Fonte: https://bancada.pt

Partilhar:
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter