“Não há palavras para descrever este momento de ações negativas de Coates”

Portugal

“Não há palavras para descrever este momento de ações negativas de Coates”

Leonel Pontes, técnico do Sporting, mostrou-se naturalmente insatisfeito pela derrota sofrida perante o Famalicão (2-1), no encerramento da sexta jornada da Liga. 

Aos microfones da ‘Sport TV’, o treinador dos ‘leões’ considerou que “o momento chave” foi a substituição de Vietto por Jovane Cabral e referiu não “haver palavras” para descrever o momento de Coates, que marcou o segundo autogolo consecutivo para o campeonato. 

“Eu tento-me concentrar no jogo, às vezes não é fácil abstrair-me e tentar tomar boas decisões. Houve um momento chave que não conseguimos continuar com a boa exibição que vínhamos a fazer. O Vietto vinha de uma lesão, não teve muito tempo para progredir, o Jovane tem movimentos rápidos e era isso que queríamos para o jogo, mas a equipa não conseguiu ajustar-se à alteração e acabou por sair tudo ao contrário“, começou por dizer, antes de falar de Coates. 

“As vezes é difícil de controlar, nem há palavras para descrever estas acções individuais negativas. É difícil de explicar. São muitos erros que prejudicam a equipa e o clube. Isto tem de mudar. Não é possível um jogador ter tantos erros na sua vida e tanto azar. Há que fazer alguma para estabilizar emocionalmente”, referiu. 

Numa análise ao encontro, Leonel Pontes salientou a “boa primeira parte” do Sporting mas reconheceu que o Famalicão teve momentos de controlo em Alvalade. 

A equipa esteve bem na primeira parte, de grande qualidade, com situações de golo, a criar situações de perigo. As coisas depois deixaram de ter fluidez, perdemos capacidade de ter bola, de conseguir pressionar. Perdemos o controlo do jogo, e acabámos por perder. O Famalicão esteve melhor nesse momento e não conseguimos dar a volta ao resultado”, afirmou.

Fonte: https://bancada.pt

Partilhar:
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter