Lituânia 1-5 Portugal: ‘Show’ de Ronaldo coloca Seleção mais perto do Europeu

A seleção portuguesa somou esta terça-feira o segundo triunfo no Grupo B de apuramento para o campeonato da Europa de 2020, ao golear a Lituânia por 5-1, em Vílnius, com Cristiano Ronaldo como protagonista.

O capitão marcou quatro golos, o primeiro de penálti e o segundo a meias com o guarda-redes Setkus, para um total de 93 pela equipa das quinas, e William Carvalho apontou o quinto, aos 90+2′, enquanto Andriuskevicius faturou aos 28′ para os locais.

Em relação ao jogo de sábado em Belgrado, Fernando Santos operou três alterações na equipa inicial. Rúben Neves entrou para o lugar de Danilo, enquanto João Félix relegou Gonçalo Guedes para o banco (a equipa voltou a jogar em 4x3x3 com o ex-Benfica na esquerda). Como era esperado, João Cancelo ocupou o lado direito da defesa, em detrimento de Nélson Semedo, que saiu lesionado do duelo com a Sérvia.

Logo aos seis minutos de jogo, Palionis desviou com o braço um cruzamento de João Félix, levando o árbitro a assinalar grande penalidade. Chamado a converter, Cristiano Ronaldo assinou o seu segundo golo nesta fase de qualificação e o 90.º pela equipa das quinas.

O avançado da Juventus esteve muito perto do 2-0 aos 10′, com um remate potente em zona frontal. A bola ainda desviou num defesa antes de sair. Aos 16 minutos, um cruzamento de Bernardo Silva obrigou Setkus a afastar com os punhos, e por pouco Girdvainis não marcou na própria baliza aos 19′, após centro de João Cancelo.

Portugal continuava à procura do 2-0 – nem o relvado sintético parecia incomodar os homens de Fernando Santos – mas acabou por ser a Lituânia a chegar ao golo, num lance de bola parada: canto de Kuklys na direita com Andriuskevicius (28′) a ganhar a João Félix nas alturas e a cabecear para o fundo da baliza – Rui Patrício ainda se esforçou para defender, mas em vão.

Aos 31′ João Cancelo, num bom movimento interior, rematou de pé esquerdo para uma grande defesa de Setkus. João Félix também tentou a sorte de longe, mas o guardião lituano desviou a bola por cima da barra. Faltava acerto à equipa lusa na finalização, e nem os remates de Cristiano Ronaldo (43′) e Bruno Fernandes (44′) surtiram efeito no marcador.

A segunda parte arrancou com nova oportunidade de golo para a seleção portuguesa, numa jogada, de resto, muito bem trabalhada: Cancelo cruzou atrasado para Ronaldo, que só conseguiu um toque lateral e a bola sobrou para Félix. O avançado do Atlético Madrid estava em boa posição, mas o remate saiu demasiado colocado e ao lado do poste.

Fernando Santos aproveitou o momento para apostar na velocidade de Rafa (saiu Bruno Fernandes). Portugal continuava a pressionar e aos 58 minutos Ronaldo lançou Bernardo Silva em velocidade no lado direito, mas o remate saiu fraco para as mãos de Setkus.

Portugal acabaria por chegar à vantagem aos 62′, num lance bastante caricato, com o guarda-redes da Lituânia a ficar muito mal na fotografia: Ronaldo rematou à entrada da área e Setkus parecia ter o lance controlado, mas a bola saltou, bateu no corpo do guarda-redes e encaminhou-se lentamente para o fundo das redes.

Não satisfeito, o capitão da equipa das quinas voltou a marcar pouco tempo depois (65′), num desvio certeiro após cruzamento de Bernardo Silva, e depois aos 76′, num remate de primeira com o pé direito, após nova assistência do médio do Manchester City.

Já depois das entradas de Gonçalo Guedes e Pizzi, ainda houve tempo para William Carvalho fazer o gosto ao pé, aos 90+2, fechando o resultado em 5-1.

O Grupo B é liderado pela Ucrânia (13 pontos, em cinco jogos), seguida por Portugal (oito em quatro), Sérvia (sete, em cinco). O Luxemburgo (quatro, em cinco) e Lituânia (um, em cinco).

Fonte: https://sapo.pt

Partilhar:
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter