Insulto racista? “O macaco sou eu”, reage Fernando Madureira

Grande Futebol

Insulto racista? “O macaco sou eu”, reage Fernando Madureira

Fernando Madureira, líder da claque portista Super Dragões, reagiu à acusação de um jornalista suíço, negando ter proferido insultos de teor racista contra um jogador do Young Boys.

Madureira foi acusado pelo jornalista David Lemos de ter chamado “macaco” ao camaronês Jean-Pierre Nsamé quando este ia bater um penálti contra o FC Porto, no Estádio do Dragão.

Em declarações ao Jornal de Notícias, o líder da claque e jogador do Canelas refutou a acusação e lembrou a alcunha pela qual é conhecido (mais até do que pelo próprio nome).

“Isso não faz sentido nenhum”, afirmou: “O meu apelido é macaco! O macaco sou eu!”.

“Toda a gente me conhece por macaco”, insistiu: “Até no Canelas o nome que aparece nas costas da minha camisola é macaco. Nos códigos eletrónicos e nas redes sociais é igual.

Ao acusar Fernando Madureira, o jornalista David Lemos apelou à ‘mão pesada’ da UEFA contra o alegado ato de racismo.

“Estou completamente tranquilo e nada tenho a temer. É de rir”, concluiu o líder dos Super Dragões.

Fonte: https://bancada.pt

Partilhar:
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter