FC Porto? “O sacrifício, a garra, o correr… a atitude é diferente”

Luis Díaz, extremo colombiano que esta temporada reforçou o FC Porto, em declarações à comunicação social do seu país, fez uma espécie de balanço dos primeiros meses de trabalho no clube da Cidade Invicta.

Dizendo-se a crescer com Sérgio Conceição, mas também a ganhar experiência, o jovem jogador lembra que a exigência do futebol europeu o impressionou.

“O sacrifício, a garra, o correr… a atitude é diferente. No meu trabalho, a coragem para a ida e volta no corredor é o aspeto que mais me impressionou na Europa. Acho que tenho estado bem, apesar de ter chegado há pouco tempo, adaptei-me bem ao FC Porto. As coisas pessoalmente estão a correr bem. O treinador tem-me dado confiança e isso é muito importante”. começou por referir, abordando depois a experiência na seleção, com Carlos Queiros ao lema dos cafeteros.

“Procuro tentar melhorar e continuar a aprender com os meus companheiros na seleção, jogadores com grande experiência. Estamos a jogar na seleção de forma parecida com o que se faz na Europa. Na minha posição um jogador sacrifica-se porque tem de ir ao ataque e regressar. Na Europa, um extremo precisa de ter essas características. Tem de percorrer o corredor, jogar por fora e explorar o um contra um. É o que o professor Carlos Queiroz pretende na seleção e insiste muito nesses movimentos nos treinos, procurando tirar o melhor proveito de todos”, sentenciou.

 

Fonte: https://www.noticiasaominuto.com

Partilhar:
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter