“Como é que o Benfica sabe tão rapidamente que Tiago Martins terá mentido?”

Portugal

“Como é que o Benfica sabe tão rapidamente que Tiago Martins terá mentido?”

Francisco J. Marques denuncia “espécie de chantagem perante os órgãos da arbitragem”

O diretor de comunicação do FC Porto manifestou estranheza por, poucas horas após o jogo, o Benfica “saber” que o árbitro Tiago Martins “terá mentido” na elaboração do relatório.

Ao intervir no programa Porto Universo da Bancada, do Porto Canal, Francisco J. Marques apontou este caso como mais um exemplo da “caça que o Benfica abriu às arbitragens”.

“Desta vez, lança uma acusação sem precedentes”, continuou o dirigente portista.

“Como é possível saber-se tão rapidamente? Um dia depois já havia notícias da queixa sobre o relatório”, sustentou.

Segundo Francisco J. Marques, há um princípio de que “os árbitros escrevem a verdade”, não sendo “admissível que acrescentem factos”, embora os  possam omitir “por não verem”.

Para o dirigente portista, “a perseguição” do Benfica às arbitragens tem duas vertentes: “Apontar a mira a alguns árbitros que não quer a arbitrar e criar a ideia de que o FC Porto é sistematicamente beneficiado”.

“É uma espécie de chantagem perante os órgãos da arbitragem e não acontece nada. Ninguém se preocupa muito com isto. Devem estar a fazê-lo na esperança do regresso de alguns padres”, considerou.

O diretor de comunicação dos dragões criticou ainda o silêncio do presidente da APAF, Luciano Gonçalves, sobre a acusação do rival da Luz.

“A partir dos últimos dias, deixa de haver qualquer dúvida sobre a ligação umbilical entre Luciano Gonçalves e o Benfica. Só pode apresentar a demissão porque não está a fazer a defesa dos árbitros. O Benfica iniciou a caça aos árbitros e ele ainda deve estar de férias porque não se ouve um pio”, ironizou.

“Quando algum clube faz a mais pequena crítica, o senhor Luciano Gonçalves aparece indignado a dizer que se tem de mudar o clima… Com o Benfica, nada. Mas isto tem um passado, o senhor Luciano Gonçalves também andava a pedir favores ao Benfica, é um toma lá dá cá. Luciano Gonçalves não pode surgir como representante dos árbitros, defende os interesses do Benfica”, concluiu Francisco J. Marques.

Fonte: https://bancada.pt

Partilhar:
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter