“Não pagaremos nem um euro por Gonçalo Guedes”

Gonçalo Guedes foi a transferência mais cara do Valência. Custou aos cofres do emblema che 40 milhões de euros. Um valor já de si elevado e que ganha ainda maiores contornos dado o contexto atual do clube, que está sob a alçada do fair-play financeiro da UEFA.

Ainda assim, o diretor geral do conjunto espanhol, Mateu Alemany, não se mostra preocupado, até porque até ao próximo ano não será preciso pagar nada pelo internacional português.

«Temos que valorizar a operação pelo seu todo. A chave que nos permitiu fazer o negócio é que tem um financiamento muito brando. O primeiro pagamento será em agosto de 2019. E a partir daí temos seis anos para concluir o pagamento. Até agosto de 2019 não pagaremos nem um euro por Gonçalo Guedes», explicou o dirigente nesta quarta-feira, citado pela marca.

«Estamos sob uma apertada fiscalização duríssima que nos impõe a Liga Espanhola, a mais dura da Europa e não utilizámos todo esse fair-play. Em dezembro podemos contratar outro jogador se for necessário. Além do fair-play espanhol, temos também de cumprir e da UEFA e também o fizemos», argumentou ainda.

Partilhar:
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter